As principais notícias do mercado PET e VETERINÁRIO ao seu alcance

Beijar o pet faz mal?

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso grupo do Whatsapp

Beijar o pet faz mal
Foto: Freepik

A nossa interação com os animais de estimação passou por transformações nos últimos anos, especialmente depois da pandemia de Covid-19. Mas é preciso lembrar que existem doenças que podem ser transmitidas para os humanos. Por isso, muitos tutores questionam se beijar o pet faz mal.

Beijar o pet faz mal? Veja como ocorre a transmissão de doenças zoonóticas

Doenças infecciosas que são transmitidas dos animais para os seres humanos são conhecidas como zoonoses.

Às vezes, o pet está com alguma doença zoonótica que apresenta sinais visíveis. No entanto, muitas vezes, não há sintomas aparentes, o que facilita a transmissão.

As zoonoses podem ser transmitidas diretamente dos animais para os seres humanos, por meio do contato com saliva, fluidos corporais e fezes, ou de forma indireta, por meio do contato com camas, solo, alimentos ou água contaminados.

Pesquisas indicam que a incidência de zoonoses relacionadas a animais de companhia é pouco frequente. Contudo, o verdadeiro número de infecções provavelmente é subestimado, já que muitas zoonoses não são prontamente identificadas.

Em regiões endêmicas da África e da Ásia, por exemplo, os cães são a principal fonte de raiva, que é transmitida pela saliva.

Cuidados para não contrair doenças de seu animal de estimação

  • Lave as mãos após brincar com seu animal de estimação e após manipular a cama, os brinquedos ou ao limpar as fezes dele.
  • Evite que seu animalzinho lamba seu rosto ou feridas abertas.
  • Supervisione crianças pequenas enquanto brincam com os pets e garanta que lavem as mãos após o contato.
  • Utilize luvas ao trocar as bandejas de areia ou ao limpar aquários.
  • Mantenha os animais domésticos fora da cozinha, especialmente os gatos que podem pular nas superfícies de preparo de alimentos.
  • Mantenha os cuidados veterinários preventivos em dia, incluindo vacinações e tratamentos contra vermes, pulgas e carrapatos.
  • Busque atendimento veterinário de confiança se perceber que seu animal de estimação não está bem.

 

 

Mais lidas

OUTRAS NOTÍCIAS

error: O conteúdo está protegido !!