As principais notícias do mercado PET e VETERINÁRIO ao seu alcance

A encantadora pelagem do border collie merle blue

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso grupo do Whatsapp

border collie merle blue

O border collie merle blue é uma das variedades da raça border collie, cuja elevada capacidade de aprendizagem e memorização o levou a ocupar a primeira posição no ranking de inteligência canina, criado pelo pesquisador Stanley Coren. Resultado do cruzamento de border collie tradicional com um cão da cor azul, a raça tem outras  características únicas, que atraem a atenção de tutores em todo o mundo.

De origem britânica, o border collie merle blue se destaca justamente pela pelagem peculiar. O aspecto marmorizado é o que dá a ele o nome merle. Esse efeito possui variações, entre elas a blue merle, em que o border collie apresenta os tons preto e cinza, misturados ao branco. São dez genes diretamente influenciando a pigmentação da raça border collie e outros cinco secundários que modificam a coloração.

Gene dominante do border collie merle blue age na diluição da cor

No border collie merle blue, um gene dominante (alelo), resultado da mutação do gene M, age na diluição da cor, fazendo o preto derivar para o azul. Esse gene também responde pelos olhos azuis ou a heterocromia (um olho de cada cor), particularidades do border collie blue merle. Manchas em tom de rosa ao redor dos olhos e na região da boca e do focinho também podem ocorrer. São essas características que o tornam o preferido de muitos tutores.

Os pelos são curtos ou médios e não requerem cuidados excessivos. Escovar suavemente a pelagem uma ou duas vezes por semana é suficiente. Isso ajudará a distribuir bem os óleos e evitará o emaranhado. No entanto, as necessidades de higiene do cão aumentarão quando ele perder o pelo. Os border collies merle blue tendem a ser um pouco menores do que os tradicionais. De porte médio, eles pesam entre 13 e 20 kg e medem de 45 cm a 55 cm. As pernas são fortes e ágeis.

Energia de sobra e habilidade natural para pastoreio

O border collie blue merle é um cão bonito e carinhoso. Companheiro leal, ele sempre estará ao lado do tutor. Mas é também um cão de trabalho. Originalmente, eles foram usados por suas habilidades naturais de pastoreio na Inglaterra e na Escócia, no século 19. Esse cães podiam trabalhar por longos períodos em terrenos acidentados.

Muito inteligente, ele pode aprender coisas rapidamente, o que, por outro lado, torna difícil a tarefa de mantê-lo desafiado. Com alto nível de energia, ele prefere se manter ocupado a tirar uma soneca ou ficar deitado. Estão sempre alertas e são sensíveis a qualquer sinal. Respondem prontamente, por exemplo, a um assobio, a uma sobrancelha levantada ou a um mínimo movimento de mão.

Espaços amplos para correr e exercícios diários

Ele é também forte e independente e, quando não há trabalho, costuma direcionar sua energia para perseguir outros animais de estimação, carros e crianças. Daí a necessidade de ser socializado desde a tenra idade. Precisam de espaços amplos, sítio ou fazenda se possível, para que possam correr e explorar o ambiente.

Convivem bem em família, mas é recomendável que haja alguém com energia suficiente para acompanhá-los nas atividades. Um cão da raça precisa de, pelo menos, 30 a 60 minutos de exercícios todos os dias e uma caminhada pelo bairro diariamente não o deixará satisfeito.

Aulas de agilidade e competições caninas também são uma oportunidade para mantê-lo ativo. Exercícios de estimulação mental como quebra-cabeça canino são opções interessantes para o pet da raça, assim como o ensiná-lo novos truques.

A raça geralmente é saudável, mas está suscetível a certos distúrbios. Portanto, antes de decidir pela compra de um filhote de um criador, o futuro tutor deve verificar se ele foi rastreado e liberado de quaisquer condições de saúde.

Mais lidas

OUTRAS NOTÍCIAS

error: O conteúdo está protegido !!