As principais notícias do mercado PET e VETERINÁRIO ao seu alcance

A importância da convivência entre crianças e pets

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso grupo do Whatsapp

Convivência de crianças e pets
Foto: Freepik

Quem nunca ouviu de filho, filha, irmãozinho ou sobrinho o pedido “queria tanto um cachorrinho/gatinho”? Mas será que os pais ou responsáveis já consideraram os benefícios da convivência entre crianças e pets ao responder a esse pedido?

Ao adotar um animal de estimação, é comum pensar apenas nos gastos financeiros a curto e médio prazo. No entanto, os benefícios físicos, sociais e psicológicos da convivência com os animaizinhos também devem ser levados em consideração, podendo ser fatores decisivos no momento da adoção.

Não há contraindicações para a convivência entre animais de estimação e seres humanos. Na verdade, existem estudos que comprovam os benefícios do uso de cães, gatos e outros animais na prevenção e tratamento de doenças.

Convivência entre crianças e pets e os benefícios para a saúde física

A convivência com animais de estimação, como cães e gatos, pode trazer benefícios significativos para a saúde física, de acordo com um estudo da American Heart Association. Os tutores que convivem com pets tendem a apresentar uma redução no risco de diabetes e doenças cardíacas.

Isso ocorre porque eles adotam hábitos mais saudáveis, como caminhadas ao ar livre, o que os leva a se exercitar por até 30 minutos a mais do que aqueles que não têm animais de estimação. Essa atividade física regular contribui para a melhoria da saúde cardiovascular e ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue.

Ajuda a reduzir o estresse

Além dos benefícios para a saúde física, um estudo publicado na revista científica PLOS One, pela Public Library of Science nos Estados Unidos, revelou que o contato com cães pode diminuir significativamente os níveis de cortisol em crianças.

O cortisol é um hormônio associado ao estresse. A análise da saliva das crianças expostas a cães demonstrou essa redução, sugerindo que a interação com animais de estimação pode ter um efeito positivo. Esses resultados destacam os impactos psicológicos benéficos da convivência com pets, especialmente para o bem-estar emocional e mental das crianças.

Tratamentos com intervenções assistidas por animais

Algumas espécies, como cães da raça golden retriever, são frequentemente escolhidas para intervenções assistidas por animais. Essas raças são conhecidas por sua convivência harmoniosa com os seres humanos.

São amplamente utilizadas no acompanhamento de pessoas com deficiência visual e no apoio a crianças com autismo, devido ao seu temperamento amigável e capacidade de se conectar emocionalmente com as pessoas.

Convivência entre crianças e pets e os benefícios sociais

Além dos benefícios emocionais, a convivência entre crianças e pets pode ajudá-las a desenvolver empatia e responsabilidade. Cuidar de um animal promove essas habilidades ao ensinar a considerar as necessidades de outro ser vivo.

A presença de animais também pode ajudar indivíduos mais tímidos a se distrair e a socializar mais facilmente. Os pets atuam como um ponto de conexão entre as pessoas, facilitando interações sociais e proporcionando conforto emocional.

 

Mais lidas

OUTRAS NOTÍCIAS

error: O conteúdo está protegido !!