As principais notícias do mercado PET e VETERINÁRIO ao seu alcance

Varejistas pet veem pressão nas margens com mais concorrência

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso grupo do Whatsapp

varejistas
Foto: Reprodução site Petz

Com os principais varejistas pet capitalizados e os marketplaces entrando mais forte na briga, a competição pelo bolso dos ‘pais de pet’ tem se tornado cada vez maior. Segundo reportagem do Brazil Journal, o fato tem contribuído para uma precificação menos racional e pressão nas margens.

Para ilustrar essa dinâmica, o BTG Pactual comparou os preços de diversos produtos de varejistas como a Petz, Cobasi e Petlove e de marketplaces como Amazon, Mercado Livre e Magalu. O analista Luiz Guanais fez um estudo 14 produtos — alimentares e não-alimentares — em dois períodos distintos (a terceira semana de julho e a primeira de agosto).

“A conclusão é que a competição de preços continua forte, e que os marketplaces horizontais (como a Amazon) aumentaram seus esforços para competir com os players especializados — oferecendo preços competitivos mesmo se comparados com os programas de fidelidade da Petz e Cobasi”, argumenta.

Marketplaces têm preços mais baratos do que as varejistas 

Nas quatro marcas de ração analisadas, os preços da Amazon são melhores que os preços normais da Petz, Cobasi e da Petlove. Considerando os preços dos programas de fidelidade das três varejistas, o da Amazon fica igual ou ainda ligeiramente melhor. Nos produtos não-alimentares, os preços da Amazon e do Mercado Livre também são menores na grande maioria dos produtos.

Mais lidas

OUTRAS NOTÍCIAS